? ??????????????Retro Flowers? ????? ?????? ???Rating: 3.3 (4 Ratings)??0 Grabs Today. 328 Total Grabs. ??
????Get the Code?? ?? ?????Life Began With love? ????? ?????? ???Rating: 5.0 (1 Rating)??0 Grabs Today. 673 Total Grabs. ??????Get the Code?? ?? ???????????? ????Easy Install Instructions:???1. C CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS ?

domingo, 22 de febrero de 2009

Desabafo!!


Fiz um book fotográfico "amador" do meu sétimo mês de gravidez. Além de gostar muito de fotos, eu sempre quis fazer um estando grávida, mas queria fazer com os olhos profissionais de Ramon Magela, que consegue transformar qualquer imperfeiçao em um verdadeiro charme...assim ele fez no meu book de 15 anos. Mas, como diz o ditado: "quem nao tem cao, caça com gato". Um dia eu coloco as fotos por aqui, para vcs verem...

Acontece que eu estava me sentindo muito bem até entao, mas dia 18 eu tive ultrassom. O terceiro, e imagino que último, ultrassom da minha gravidez. A Ainara está perfeitamente bem, graças a Deus. Os exames de sangue feitos na semana anterior também sairam bem, mas mesmo assim a médica me soltou os cachorros. Disse que engordei muito e me proibiu até o leite com nescau, bolachas Maria. Minhas adoravéis bolachas Maria. Só posso com leite desanatado, yogurth desnatado, salada, frutas, carne, frango, peixe sem nenhum azeite...foi uma lista de proibiçoes...

Eu estou de acordo que quando existe um perigo, algo que possa afetar fisicamente ou psicologicamente o bebê, tem que ser orientado e informado a mae, mas de uma forma carinhosa e orientativa, e nao da maneira que me falaram. Odeio proibiçoes e realmente estive muito nervosa esse dia e ainda estou. Principalmente pela má educaçao e falta de respeito da médica. Ela disse que nao estou pensando na minha filha, e nao tenho consciencia que vou ter uma filha, e que se eu desobedecer ao regime é porque nao estou pensando no bebê (ameaça psicologica). Me tratou como se eu estivesse fumando, bebendo ou me drogando. Meu marido disse a médica que nao entendia tanta rigorosidade porque realmente ele nao me via comer muito e ela teve a coragem de dizer na minha frente, que é porque eu como escondido, que ele nao tem nem ideia das coisas que eu como.

Nao vou negar que no mes de dezembro eu exagerei no doce. Comia compulsivamente e nas festas de fim de ano me "empaturrei" de turrones. Em janeiro tive médico e ela (outra medica) me disse que eu havia engordado muito e que era para me cuidar. Desde entao eu realmente me cuidei. Um dia ou outro, mas raramente, realmente eu e Aitor nos descontrolavamos em alguma "palmeira de chocolate" ou coisa similar, mas nada mais que isso. É fato que esse último mes eu engordei mais que o principio da gravidez, isso está claro, mas acredito que isso seja mais pelo crescimento natural do bebè.

Acontece que, durante toda a gravidez, tendo em conta que estou com 7 meses e meio, eu engordei 12 kilos. De acordo com minhas pesquisas pela internet, estou na média. E ainda nao concordo com esses 12 kilos e explico: Desde que estou fazendo o acompanhamento médico, a cada consulta é uma médica diferente e a primeira, me lembro bem que quando pesei, ela disse que ia tirar 2 kilos do peso, devido que eu estava vestida. As médicas seguintes, me pesam sem tirar nenhum grama do meu peso, esteja eu com tres calças e duas blusas (pelo frio do inverno) ou nao. Esse dia por exemplo, eu pesei 69,7 na consulta, chegando em casa, pesamos uma vez mais e eu estava com 70. Tirei a roupa e meu peso abaixou para 66,5.

O fato é que eu senti uma falta enorme do Brasil nesse acompanhamento médico. Está certo que aqui, os sistemas públicos de saúde estao muito mais avançados que no Brasil. A primeira vez que estive em um ambulatório por aqui, achava que era particular e nao público. Mas pagar sempre é pagar. E se eu estivesse pagando pelas consultas o tratamento seria totalmente diferente, aqui, no Brasil ou na China. Eu nao desfrutei nada desse acompanhamento médico, pelo contrário, quase entro em depressao por conta de uma médica mal educada, estando quase com 8 meses de gravidez. Se nao fosse minhas companheiras de trabalho, eu estaria chorando todos os dias.

Será que estar nervosa na gravidez nao faz mal para o bebê? Está claro que sim, mas isso ela nao teve em conta.

Lembro que a primeira ultrassom, estamos ansiosos e emocionados, tanto mae, quanto o pai. Fomos ao ambulatório todos animados, e quando entrei na salinha, o Aitor me seguia e a médica gritou com ele para voltar para a sala de espera que ele nao tinha permissao para entrar ainda. Logo depois o chamaram para ver, mas ele estava tao nervoso com o tratamento da médica que nao desfrutou desse momento, mas ao menos me deram uma foto da ultrassom e desfrutamos em casa. Em novembro, tivemos nossa segunda ultrassom, aqui saberiamos o sexo e fomos mais emocionados ainda. Esse ultrassom também era importante para detectar qualquer má formaçao que o feto poderia ter, por isso nao foi feito em ambulatório e sim no hospital público de Cruces (onde o recurso é maior). Aqui realmente fomos bem tratados, mas a emoçao de saber que era menina foi tanta que esquecemos de pedir a foto do ultrassom. Nesse terceiro ultrassom, eu estava mais ansiosa que as demais vezes. A última vez tinha sido há 3 meses e nesse periodo tanta coisa aconteceu, ela cresceu tanto, seus movimentos dentro de mim sao tao intensos que eu estava ansiosa para ver suas maozinhas, seus pés, seus movimentos, cada detalhe por menor que fosse me faria feliz. Mas nao foi assim: toda ultrassom tensa e mal pude ver o coraçaozinho da minha princesa. Foi tao rápido e no final de tudo, perguntei se podia dar-me foto do ultra. Além de nao fazê-lo me respondeu:

"Ao invés de tanta foto, você tem que cuidar da sua filha desde dentro, coisa que você nao está fazendo"

0 comentarios: