? ??????????????Retro Flowers? ????? ?????? ???Rating: 3.3 (4 Ratings)??0 Grabs Today. 328 Total Grabs. ??
????Get the Code?? ?? ?????Life Began With love? ????? ?????? ???Rating: 5.0 (1 Rating)??0 Grabs Today. 673 Total Grabs. ??????Get the Code?? ?? ???????????? ????Easy Install Instructions:???1. C CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS ?

jueves, 20 de noviembre de 2008

Um dos meus objetivos dessa gravidez, e fazendo uso de um conselho dado pela amiga Meiry, resolvi escrever um diário dos meus principais sentimentos e descobertas desse periodo. A verdade é que com o passar dos dias, fui ficando cada vez mais sem tempo para fazê-lo. Cuidar da casa, mudança de casa, cuidar do marido e ainda trabalhar muito, nao é tarefa fácil para quem tem um objetivo como esse. Fui capaz de escrever dois dias e aqui os registrarei. Espero que agora com o novo trabalho eu possa conseguir atingir essa meta.
29 de outubro de 2008
"Eu ainda nao conheço a sensaçao de ter um filho, mas posso dizer que a sensaçao de saber que se vai ter um, é muito boa. Ainda que eu nao saiba o que é "fazer tudo por um filho" nao posso negar que ja faço algumas coisas somente pensando em esse serzinho que está dentro de mim. Me dei conta ao atravessar uma rua, tinha muita pressa mas nao me arrisquei a atravessar correndo com o semáforo em vermelho como fazia antigamente.
Eu estou muito feliz e com um grande orgulho pela minha barriguinha que cresce, cresce. É com muito amor que eu a acaricio imaginando que ese doce bebe já pode sentir-me.
Já é muito amado e nao sei dizer se mais pela mamae ou pelo babao do papai que já cuida maravilhosamente bem dessa mamae, imagina do seu filhinho.
Bom, por hoje está bem, afinal, ja sao as 15.30 e tenho que voltar para o trabalho."
30 de outubro de 2008
"Hoje estive em uma empresa e conversei bastante com duas mulheres sobre filhos. Foi a primeira vez que me senti ativa dentro de uma conversaçao como essa. Na verdade eu ainda estive passiva, pois escutava tudo com muita atençao e fazia mil perguntas. Parecia uma aluna aplicada. Elas me contaram as más experiencias que tiveram com o primeiro filho. As dúvidas, os medos, depressoes pós parto y todas as inseguridades que os primeiros meses provocam.
Ufa! Nessa conversaçao me dei conta de como vou sentir falta da minha familia aqui comigo. Eu já imaginava isso, mas hoje a dúvida foi confirmada. Sentirei muita falta.
Uma delas me contava que quando nasceu sua primeira filha, teve que ir de malas para casa da sua mae. Nao pode estar em casa, com o seu marido. Teve uma pequena depressao pós parto e se sentia incapaz de cuidar do bebê. Disse que chegou em casa de sua mae e falou: 'Mae, estou com medo, nao vou embora daqui tao cedo'. Me deu vontade de chorar nesse momento, e pensei:'O que vou fazer?'
A outra me contou que se irritava muito com sua sogra porque estava sempre dizendo o que tinha que fazer: 'Esta menina vai sentir frio' 'Esta menina vai se sufocar de tanta roupa' 'Tira os sapatos dela' 'Poe sapatos nela'...um monte de coisas que vao incomodando muito e nos deixando mais inseguras.
Nessa hora agradeci muito porque minha sogra é uma pessoa maravilhosa e que sempre tentará me ajudar. Graças a Deus! Mas nao posso negar que nao pode substituir o amor, carinho e CONFIANÇA que eu tenho a minha mae. Nao é o mesmo e está muito longe de chegar a ser.
Me sinto sozinha e tenho que preparar-me em todos os sentidos para ser forte quando venha o bebe. Para nao ter medo, inseguranças e nao precisar pedir a ajuda de ninguem. Porque outra coisa que eu sou é auto-independente. Isso nao é bom, mas é uma caracteristica minha."

0 comentarios: